November 14, 2018

Please reload

Posts Recentes

Boca amarga: o que é e como evitar

September 23, 2019

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Mau Hálito! Como contar para alguém???

September 1, 2017

Com certeza não é fácil.

E também há notícias melhores para se dar a alguém.

Nesse post, além de algumas dicas de como abordar o assunto, vou dar algumas razões para você fazer isso: contar para a pessoa que ela tem halitose.

Inicialmente vamos a um fato muito importante. Quem tem mau hálito, geralmente não sente o cheiro da própria boca.

Isso ocorre por conta de um mecanismo de adaptação do nosso organismo, chamado Fadiga Olfatória.

É o que ocorre quando somos expostos a um certo odor por um período moderado ou longo. Simplesmente deixamos de sentir.

Acho que o melhor exemplo é o do perfume. Sentimos claramente quando passamos. Depois de um tempinho, deixamos de sentir. Mas o cheiro está lá. Só entramos em fadiga para aquele odor específico.

Então, quer dizer que todo mundo que tem mau hálito não sabe? 

Também não é assim. Muitos portadores do problema, apesar de não sentirem o cheiro, têm outros sintomas, como boca seca, boca amarga etc.

Agora chega de informação útil e vamos a parte prática.

Por que contar?

Em primeiro lugar, creio que é para ajudar a pessoa mesmo. Se você não sabe que está com mau hálito, como vai se cuidar? Como vai evitar constrangimentos?

Em segundo lugar, o mau hálito pode ser uma evidência de que algo de errado está acontecendo. Até mesmo doenças graves podem estar escondidas atrás dessa halitose.

Agora você já tem bons motivos pra contar. Mas como abordar o assunto.

E vou ser bem prático, listando três dicas.

- se tiver coragem, fale diretamente para a pessoa, mas longe dos outros. Diga que tem percebido ultimamente e, como se preocupa com ela, achou melhor avisar para que possa procurar ajuda.

- use a tecnologia. Ao invés de falar pessoalmente, crie um texto falando com delicadeza sobre o tema e mande pelo whatsapp, messenger, e-mail etc. Só deixe claro que você se preocupa, ok? 

- não se esqueça de dizer que existem especialistas no assunto. Assim você evita que a pessoa faça uma autêntica "via sacra" atrás de solução.

Na dia a dia do consultório, eu percebo que os pacientes ficam gratos com quem contou. "Como que eu ia me cuidar se não soubesse?"

Uma pesquisa da Associação Brasileira de Halitose também mostrou isso.
Agora é com você.

Espero ter ajudado!

Dr. Arany Tunes

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga