secura bucal

A SECURA BUCAL ou sensação de BOCA SECA é uma condição conhecida como XEROSTOMIA.

É uma condição muito comum, e pode ocorrer em até mesmo em pessoas que têm boa salivação.

Por exemplo, podemos sentir a boca seca quando estamos nervosos, fazendo atividade física intensa ou com sede.

Sempre que falamos de XEROSTOMIA, é importante deixar claro que estamos  falando de uma SENSAÇÃO.

Muitas pessoas produzem boa quantidade de SALIVA, porém, sentem a BOCA SECA.

Em outras pessoas pode ocorrer o contrário. Elas produzem MENOS SALIVA (chamamos isso de HIPOSIALIA), mas não sentem SECURA NA BOCA.

Apesar de parecer confuso, é muito importante entender esse tema, pois é uma condição muito comum em portadores de halitose, pois a HIPOSIALIA É UMA CAUSA MUITO FREQUENTE DE HALITOSE CRÔNICA.

Vamos entender melhor.

HIPOSIALIA = MENOS SALIVA

XEROSTOMIA = SENSAÇÃO DE BOCA SECA

POR QUE A SALIVA É IMPORTANTE PARA O NOSSO HÁLITO?

A saliva é um fluido que tem muitas funções na nossa boca, porém, duas funções são importantes para manter o nosso hálito normal.

A primeira delas é a AUTÓCLISE ou simplesmente AUTO LIMPEZA. Um bom fluxo salivar promove uma limpeza natural na nossa boca, removendo resíduos alimentares, células mortas, bactérias etc. Quando a salivação está comprometida, há maior acúmulo desses resíduos na nossa boca, aumentando a SABURRA LINGUAL e os CÁSEOS, por exemplo.

A segunda função fundamental da saliva para preservar o nosso hálito é a manutenção da IMUNIDADE LOCAL. Falando de um jeito mais fácil, é a PROTEÇÃO. Nossa saliva tem várias substâncias que protegem nossa boca contra o crescimento de bactérias oportunistas. Quando há piora na salivação, nossa boca fica menos protegida. E isso abre espaço para bactérias oportunistas crescerem com mais facilidade.

QUAIS AS CAUSAS DA MÁ SALIVAÇÃO?

 

Vários fatores podem desencadear problemas na saliva:

  • Baixo consumo de água

  • Efeito colateral de remédios

  • Stress e/ou ansiedade excessivos

  • Uso de alguns tipos de drogas (maconha e cocaína, por exemplo)

  • Algumas doenças

  • Algumas dietas para perda de peso

  • Radioterapia na cabeça ou pescoço

  • Ausência de uma ou mais glândulas salivares

  • Cálculos salivares

É importante lembrar que muitas pessoas têm problema na salivação sem causa aparente, ou seja, sem ter nenhuma das condições acima.

 

QUAIS OS SINTOMAS DA HIPOSIALIA (pouca salivação)?

Depende da grau de comprometimento. Mas na maioria dos casos pelo menos uma das sensações abaixo está presente:

MAIS COMUNS:

  • Gosto ruim na boca (amargo, azedo, metálico, salgado ou podre)

  • Sensacão de que a boca não fica limpa, mesmo escovando os dentes várias vezes

  • Boca seca

  • Sensação de que a saliva está grossa

  • Aumento da SABURRA LINGUAL

  • Formação de CÁSEOS

MENOS COMUNS

  • Piora no paladar

  • Dificuldade de engolir

  • Ardência ou queimação na boca ou na língua

  • Caries

COMO PREVENIR A HIPOSIALIA?

  • Tome dois litros de água todos os dias

  • Evite stress excessivo 

  • Alimentos azedos estimulam a salivação de forma natural. É importante que eles estejam na sua alimentação no dia a dia. Frutas ácidas como  maçã, uva, laranja, limãe

  • Evite tomar remédios sem prescrição médica. E esteja alerta em relação aos medicamentos que você toma, pois é muito comum eles prejudicarem a salivação (efeito colateral)

  • Evite o uso de drogas, pois muitas pioram a salivação de forma muito grave

EXISTE TRATAMENTO? É POSSÍVEL MELHORAR A SALIVAÇÃO?

Sim. Na maioria dos casos é possível reverter um quadro de má salivação. 

Cabe ao especialista definir qual o melhor tratamento para cada paciente. Alterações na dieta, medicamentos e fisioterapia são algumas das possibilidades existentes atualmente, sendo o tratamento com remédios o mais simples e eficaz para a maior parte dos pacientes.

Se você suspeita que tem problema na saliva ou ainda tem dúvidas sobre o assunto, entre em contato via whatsapp com nosso equipe, CLICANDO AQUI. Suas dúvidas serão encaminhadas ao Dr. Arany Tunes e, se for necessário você pode agendar sua consulta e inciar o tratamento.