Cáseos! O que é isso, afinal?

August 19, 2017

Se você tem se preocupado com seu hálito e está utilizando a internet para buscar informações, provavelmente já se deparou com essa palavra: cáseos.

Vamos entender o que é isso e qual a sua relação com a halitose.

Os cáseos são pequenas "massinhas" que podem se acumular nas criptas (furinhos) que temos nas amídalas.

Esse material tem praticamente a mesma composição da saburra lingual, aquela massa branco amarelada que se forma na nossa língua.

Células mortas, saliva, bactérias fazendo a festa e resíduos alimentares são a composição básica deste material.

Teoricamente, todo mundo que tem amídalas com furinhos (criptas), está sujeito a acumular cáseos em um ou outro momento da vida. Desde que ocorra esporadicamente, não há problema. 

Geralmente eles vão se acumulando, e os pacientes começam a sentir um incômodo na garganta, algo raspando, por exemplo. Aí vai ver o que acontece lá no espelho e se depara com algo branco ou amarelo parado na garganta.

Muitos não resistem e "cutucam" a região com algum objeto e às vezes conseguem remover (não recomendo, ok?). Ou eles acabam saindo naturalmente. Aí apertam e cheiram e quase caem de costas com o mau cheiro.

E o primeiro pensamento que vêm à cabeça do paciente? MEU HÁLITO DEVE ESTAR COM ESSE CHEIRO!!!!!!

Calma, geralmente não é o que acontece.

Apesar de ter odor muito forte, os cáseos não volatilizam (evaporam) esse odor quando estão em pequena quantidade, nas amídalas. Eu mesmo já cansei de examinar pacientes com cáseos, sem máscara, e eles estavam com o hálito normal no momento. Mesmo utilizando um medidor de hálito, não detectamos nenhum odor perceptível. Fiz isso dezenas de vezes com meus pacientes.

Minha preocupação é maior quando a formação é muito frequente. Ou os cáseos fazem com que o paciente sinta um gosto muito ruim na boca. Vale lembrar que as amídalas ficam muito próximas à nossa língua.

Então, para resumir e o post não virar um livro, vou deixar três dicas.

1. Se você elimina cáseos muito de vez em quando, não se preocupe com eles. Mas pergunte para algum familiar se você está ficando com mau hálito.

2. Não saia correndo procurar um otorrino para remover suas amídalas. Isso só é recomendado em último caso!

3. Se você acumula esse material com frequência, procure um especialista em halitose. Mesmo que sua família diga que você não tem mau hálito. O especialista descobrirá se existe algum fator interferindo,  fazendo com que isso esteja acumulando demais e fará um tratamento para resolver o problema.

Espero ter ajudado!

Dr. Arany Tunes

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Boca amarga: o que é e como evitar

September 23, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes

November 14, 2018

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square