Buscar
  • Dr. Arany Tunes

Meu filho escova os dentes e o mau hálito continua.

Essa é uma condição muito comum, infelizmente.

Muitos pais chegam ao consultório reclamando que os filhos têm mau hálito, e que mesmo após escovar os dentes a halitose persiste.

Quando isso acontece, é sinal de que a formação do mau cheiro continua ocorrendo, independente da escovação.

Pra facilitar o entendimento, vamos comparar nossa boca com um cômodo da nossa casa.

Imagine que, por algum motivo, o banheiro da sua casa está com mau cheiro. E esse mau cheiro está vindo do ralo, por exemplo.

Aí você vai lá, lava o banheiro mas não resolve o problema do ralo. O que vai acontecer?

O mau cheiro vai continuar saindo do ralo, não é mesmo? E vai se misturar ao cheiro do desinfetante ou dos produtos que você utilizou para lavar o banheiro. No máximo dá uma amenizada.

Quando o cheiro dos produtos passar, o cheiro do ralo passa a imperar.

E geralmente é isso que acontece com os pequenos pacientes. A escovação no máximo dá uma amenizada. Às vezes nem isso acontece, pois o cheiro da pasta de dente se mistura com o cheiro do hálito, ficando bem desagradável.

A solução para o problema? Procurar um especialista em halitose.

Ele vai descobrir a causa dessa halitose, tratando o local onde está formando o mau cheiro.

Voltando ao nosso exemplo, é como se ele descobrisse por que está saindo mau cheiro do ralo do banheiro. E resolvesse o problema.

Várias causas podem alterar o hálito em crianças: gengivite e rinite/sinusite com gotejamento pós nasal são causas muito comuns. Isso leva ao aumento do número de bactérias na boca, gerando mau cheiro.

Mas outras causas também podem estar presentes.

E o especialista está preparado para diagnosticar e tratar de forma eficaz o mau hálito em crianças.

Afinal de contas, mau hálito e crianças realmente não combinam!

Dr. Arany Tunes

Posts recentes

Ver tudo