Buscar
  • Dr. Arany Tunes

Dicas pra quem está tratando o mau hálito com um especialista.


Dr. Arany Tunes, especialista em mau hálito

Perfeito. Passar por um especialista em halitose é sempre a melhor opção para ficar livre do mau hálito, de forma definitiva.

Como é um tratamento complexo, criei esse post para facilitar a vida dos meus pacientes. E de pacientes de outros colegas também.

Então vamos lá. Você passou pela consulta, o profissional descobriu a causa do seu mau hálito e prescreveu um tratamento.

Como você deve agir?

Pra facilitar o entendimento, vou separar em tópicos.

Dica #1:

SIGA TODAS AS ORIENTAÇÕES DO ESPECIALISTA.

Parece obvio, mas nem todo paciente faz isso. Mas quer o resultado, do mesmo jeito que aqueles que fazem tudo certinho. Lembre-se que o especialista tem experiência na área, fruto de muitos anos de trabalho, atendendo pacientes que sofrem do mesmo problema que você. E também é interesse dele que o tratamento dê certo, ok? Então, confie no profissional, siga tudo o que ele pediu e agora vamos para a segunda dica.

Dica #2:

UM POUCO DE PACIÊNCIA

Sim, isso mesmo. Muitos pacientes nos procuram com uma halitose que está com ele há 10, 20 anos. E quer ficar livre do problema em um mês, no máximo.

Sim, em alguns casos isso acontece, é muito comum. Mas às vezes o resultado vai surgindo gradualmente. Só que, se você desanimar logo no início, com certeza não vai dar certo.

Dica #3:

ENVOLVA SUA FAMÍLIA NO TRATAMENTO

Normalmente não sentimos o próprio hálito. Isso quer dizer que dependemos de alguém para saber se o cheiro desapareceu ou não. E as pessoas que convivem com você no dia a dia são as melhores pra isso. Principalmente se forem da sua família. Sabendo da sua preocupação com o hálito e sabendo que você está se tratando, eles serão uma ótima referência.

Sabemos que compartilhar um assunto delicado como esse não é fácil. Mas essa dica fundamental vai te ajudar muito.

Não se esqueça: o nariz humano é superior a qualquer medidor de hálito!

Dica #4:

NÃO JULGUE SEU HÁLITO PELA REAÇÃO DAS PESSOAS

Isso é o pior que você pode fazer por você mesmo.

Com certeza, o caminho mais curto entre você e o psiquiatra.

Portadores de halitose julgam de forma incorreta a linguagem corporal dos outros. E sempre acham que alguém está querendo "dar um toque". Pergunte para alguém que você confia! É mais seguro.

Dica #5

CONFIE NO DIAGNÓSTICO

Todos os pacientes que vêm ao consultório acreditam que têm hálito muito forte.

Ninguém procura um especialista achando que tem um "bafinho", que só é perceptível de vez em quando.

E às vezes isso não é a realidade!

Vou dar um exemplo. Muitos pacientes me procuram com DISGEUSIA, um transtorno do paladar que faz a pessoa sentir um gosto muito ruim na boca. E acham que têm mau hálito. E muitas vezes, não tem.

Cientificamente, são coisas diferentes. A pessoa pode sentir um gosto podre na boca e ainda assim ter o hálito normal.

E os pacientes muitas vezes têm muita dificuldade em aceitar esse diagnóstico. Acham que o especialista está errado, tentando convencer ele de que o problema não é o mau hálito. Aí perguntam para a família (que nunca sentiu mau cheiro) e dizem que todos mentem pra ele, inclusive o especialista. Uma atitude péssima, que não contribui para o sucesso no tratamento.

Siga essas dicas. Isso vai te ajudar muito a fazer com que o mau hálito vire coisa do passado.

Espero ter ajudado!

Dr. Arany Tunes

17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo